Navigation Menu+

Ensaio em Dandara

por

(texto de Jessica Soares)

Dandara_foto Daniel Iglesias (7)

Pode-se dizer que este ensaio é resultado do anseio de um encontro. “Sempre quis conhecer a Dandara por ficar impressionado com a determinação, a organização, a força de luta e a militância política daquelas famílias. Isso me chamou muito a atenção: eram mães e filhos marchando, cantando, resistindo”, conta o fotógrafo Daniel Iglesias. Quando teve oportunidade de visitar a comunidade, não hesitou: embarcou no ônibus que chegou à Dandara, em carreata, para a manifestação em apoio à Ocupação, no dia 16 de outubro de 2012.

A ameaça de despejo tornava o dia ainda mais crítico. Muitos visitantes e curiosos empunhavam suas câmeras para registrar o abraço simbólico em torno da comunidade. Daniel resolveu deixar seu olhar passear por entre casas e pessoas. “Fui dar uma volta sozinho pela comunidade, que era o que queria conhecer de fato. Quando a vontade de fotografar surgiu durante essa caminhada, escolhi usar meu telefone, por achá-lo menos invasivo e pela facilidade de compartilhar as fotos depois”, relembra.

Ao rever as fotos que fez naquele dia, os jovens manifestantes voltaram a se destacar. “As crianças que me chamavam a atenção nos protestos nas ruas no Centro de Belo Horizonte voltaram ao centro do meu interesse. Reparei que elas estavam presentes em muitas fotos, nas que mais gosto: não só nos retratos e flagrantes, mas na foto do Sebastião Salgado estampada na camisa, na boneca no chão, no chup-chup, na parede”, conta. Encontraram-se, enfim.

 

Dandara_foto Daniel Iglesias (5)

Dandara_foto Daniel Iglesias (3)

Dandara_foto Daniel Iglesias (2)

Dandara_foto Daniel Iglesias (1)

Dandara_foto Daniel Iglesias (9)

Dandara_foto Daniel Iglesias (8)

Dandara_foto Daniel Iglesias (6)

Dandara_foto Daniel Iglesias (4)

Daniel Iglesias (1 Posts)

Formado em Comunicação Social pela UFMG, trabalhou como repórter fotográfico para os jornais O Tempo e Super Notícias. É membro da Associação Cultural Casinha e do Coletivo Uaiphone. Militante da esquerda festiva, freelancer convicto e ex-tilelê, atualmente trabalha nas aéreas de produção cultural e audiovisual.


Pinterest

Fatal error: Uncaught Exception: 190: Error validating application. Application has been deleted. (190) thrown in /home/storage/e/a6/6c/revistamarimbondo/public_html/mais/wp-content/plugins/seo-facebook-comments/facebook/base_facebook.php on line 1273