Navigation Menu+

Sobre

Lançada em 2012, a edição inaugural de Marimbondo – revista sobre arte e cultura editada em Belo Horizonte – trouxe como eixo temático a rua, entendida muito além de um espaço físico; afinal, um espaço também ético e estético. Arriscamos dizer que Marimbondo foi feliz ao reunir, em uma mesma publicação, discussões que acreditamos necessárias e caras à cidade, especialmente em um momento (talvez) singular de sua história mais recente. Em alguma medida, o tratamento mais aprofundado dos assuntos e a costura entre as matérias – também “traduzida” pelo projeto gráfico – contribuíram para que essas discussões ganhassem ainda mais potência. Mesmo que com tiragem tímida, os três mil exemplares impressos (somado aos downloads diretos no site) puderam reverberar diferentes vozes e manifestações culturais, às vezes com pequena ou nula visibilidade na grande mídia.

Desde que concebemos a revista Marimbondo (antes mesmo de ela encontrar leitores), tínhamos o desejo de criar esse blog. Mais Marimbondo foi pensado para ampliar o alcance do debate acerca das questões levantadas pela publicação, podendo contar também com ferramentas multimídias, com a velocidade da atualização em suportes online e com um contato mais próximo com o leitor. Quando soubemos que a segunda edição da revista não receberia mais recursos de seu então patrocinador por [nas palavras dele] se tratar de um projeto “cabeção” e “político demais”, o blog então passou a ser pensado não apenas como uma ampliação do alcance, mas também como uma continuidade de um projeto que já havia ganhado corpo. Ainda que continuemos empenhadas na viabilização de novas edições da revista Marimbondo, gostaríamos de com Mais Marimbondo estabelecer um canal para outros diálogos possíveis sobre arte e cultura na cidade, em suas dimensões políticas, econômicas e sociais.

A escolha de temas e abordagens permanece sendo pautada por um desejo de ir além do discurso hegemônico, já constantemente explorado por outros veículos. Mais Marimbondo conta com uma equipe de colaboradores de diferentes formações, áreas ou experiências que, juntos, contribuem para um olhar mais periférico sobre arte e cultura da cidade.

A cada semana, novos conteúdos irão se somar. Deixamos aqui o convite a todos a participarem desse diálogo.

Carol Macedo e Júlia Moysés (Canal C – Comunicação e Cultura)
Editoras Revista Marimbondo e Mais Marimbondo